CARTÃO

amigos 3

CARTÃO

CARTÃO

AMIGOS3

Google+ Badge

sábado, 22 de julho de 2017

EVANGELHO DIÁRIO ARAUTOS DO EVANGELHO

Sábado, 22 de Julho de 2017.
Santo do dia: Santa Maria Madalena; Santo Anastásio, monge
Cor litúrgica: branco
Evangelho do dia: São João 20, 1-2.11-18
Primeira leitura: Cântico 3,1-4
Leitura do Livro do Cântico dos Cânticos:
Eis o que diz a noiva: 1Em meu leito, durante a noite, busquei o amor de minha vida: procurei-o, e não o encontrei. 2Vou levantar-me e percorrer a cidade, procurando pelas ruas e praças, o amor de minha vida: procurei-o, e não o encontrei. 3Encontraram-me os guardas que faziam a ronda pela cidade. "Vistes por ventura o amor de minha vida?" 4aE logo que passei por eles, encontrei o amor de minha vida.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 62 (63)
- Sois vós, ó Senhor, o meu Deus! Desde a aurora ansioso vos busco! A minha alma tem sede de vós, minha carne também vos deseja, como terra sedenta e sem água!
R: A minha alma tem sede de vós, Senhor!
- Venho, assim, contemplar-vos no templo, para ver vossa glória e poder. Vosso amor vale mais do que a vida: e por isso meus lábios vos louvam.
R: A minha alma tem sede de vós, Senhor!
- Quero, pois vos louvar pela vida, e elevar para vós minhas mãos! A minha alma será saciada, como em grande banquete de festa; cantará a alegria em meus lábios, ao cantar para vós meu louvor!
R: A minha alma tem sede de vós, Senhor!
- Para mim fostes sempre um socorro; de vossas asas à sombra eu exulto! Minha alma se agarra em vós; com poder vossa mão me sustenta.
R: A minha alma tem sede de vós, Senhor!
Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 20, 1-2.11-18
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Responde-nos, ó Maria, no teu caminho o que havia? Vi Cristo ressuscitado, o túmulo abandonado!
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João:
1No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus, bem de madrugada, quando ainda estava escuro, e viu que a pedra tinha sido retirada do túmulo. 2Então ela saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava, e lhes disse: "Tiraram o Senhor do túmulo, e não sabemos onde o colocaram". 11Maria estava do lado de fora do túmulo, chorando. Enquanto chorava, inclinou-se e olhou para dentro do túmulo. 12Viu, então, dois anjos vestidos de branco, sentados onde tinha sido posto o corpo de Jesus, um à cabeceira e outro aos pés. 13Os anjos perguntaram: "Mulher, por que choras?" Ela respondeu: "Levaram o meu Senhor e não sei onde o colocaram". 14Tendo dito isto, Maria voltou-se para trás e viu Jesus, de pé. Mas não sabia que era Jesus. 15Jesus perguntou-lhe: "Mulher, por que choras? A quem procuras?" Pensando que era o jardineiro, Maria disse: "Senhor, se foste tu que o levaste dize-me onde o colocaste, e eu o irei buscar". 16Então Jesus disse: "Maria!" Ela voltou-se e exclamou, em hebraico: "Rabunni" (que quer dizer: Mestre). 17Jesus disse: "Não me segures. Ainda não subi para junto do Pai. Mas vai dizer aos meus irmãos: subo para junto do meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus". 18Então Maria Madalena foi anunciar aos discípulos: "Eu vi o Senhor!", e contou o que Jesus lhe tinha dito.
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor
Comentário do dia por São Romano, o Melodista
Compositor de hinos
Hino 40
Maria Madalena, enviada a anunciar a ressurreição
Aquele que perscruta no mais íntimo dos corações (Sl 7,10), sabendo que Maria Lhe reconhecerá a voz, chama a sua ovelha pelo nome, como fazem os pastores (Jo 10,4), dizendo : «Maria!» Ela responde imediatamente: «Sim, é o meu pastor quem me chama, Ele vem à minha procura e quer contar comigo, juntando-me às suas noventa e nove ovelhas (Lc 15,4). Vejo atrás dele legiões de santos, exércitos de justos […]. Sei bem quem Ele é, Este que me chama; já o disse, é o meu Senhor, é Aquele que oferece a ressurreição aos pecadores».

Levada pelo fervor do amor, a jovem quis deter Aquele que completara a  criação […]. Mas o Criador […] orientou-a para o mundo divino, dizendo: «Não Me detenhas. Pensas que sou um simples mortal? Eu sou Deus, não Me detenhas […]. Ergue os olhos ao Céu e olha o mundo celeste; é aí que deves procurar-Me. Porque Eu vou subir para meu Pai, que não abandonei. Estive com Ele desde o início dos tempos, partilho o seu trono, recebo as mesmas honras, Eu, que ofereço aos pecadores a ressurreição.

Que de ora em diante a tua língua proclame estas coisas e as explique aos filhos do Reino que esperam que Eu desperte;  Eu sou Aquele que vive. Vai depressa, Maria, reúne os meus discípulos. Serás uma trombeta de som poderoso; toca um canto de paz aos ouvidos temerosos dos meus amigos escondidos, desperta-os a todos do seu sono, para que venham ao meu encontro. Diz-lhes: "O Esposo acordou, saiu do seu túmulo. Apóstolos, deixai essa tristeza mortal, porque Ele ergueu-Se, Aquele que oferece aos pecadores a ressurreição"».  […]

Maria exclama: «De repente, o meu luto fez-se júbilo, em tudo vi alegria. Não hesito em dizê-lo: recebi glória igual à de Moisés (Ex 33,18s). Eu vi, sim, eu vi, não na montanha, mas no sepulcro, não velado pela nuvem, mas por um corpo, o Senhor dos seres incorpóreos e das nuvens, seu  Senhor de ontem, de agora e de todo sempre. Ele disse-me: "Maria, apressa-te ! Como pomba que em seu bico leva um raminho de oliveira, vai anunciar a boa nova aos descendentes de Noé (Gn 8,11). Diz-lhes que a morte foi aniquilada e que ressuscitou Aquele que aos pecadores oferece a ressurreição"».

quinta-feira, 20 de julho de 2017

EVANGELHO DIÁRIO ARAUTOS DO EVANGELHO

Quinta-feira, 20 de Julho de 2017.
Santo do dia: Santo Apolinário, Bispo e mártir; São Vulmaro, presbítero
Cor litúrgica: verde
Evangelho do dia: São Mateus 11, 28-30
Primeira leitura: Êxodo 3, 13-20
Leitura do Livro do Êxodo:
Naqueles dias, ouvindo a voz do Senhor do meio da sarça, 13Moisés disse a Deus: 'Sim, eu irei aos filhos de Israel e lhes direi: 'O Deus de vossos pais enviou-me a vós'. Mas, se eles perguntarem: 'Qual é o seu nome?' o que lhes devo responder?' 14Deus disse a Moisés: 'Eu Sou aquele que sou'. E acrescentou: 'Assim responderás aos filhos de Israel: `Eu sou enviou-me a vós' '. 15E Deus disse ainda a Moisés: 'Assim dirás aos filhos de Israel: 'O Senhor, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó, enviou-me a vós'. Este é o meu nome para sempre, e assim serei lembrado de geração em geração. 16Vai, reúne os anciãos de Israel e dize-lhes: 'O Senhor, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó, apareceu-me, dizendo: Eu vos visitei e vi tudo o que vos sucede no Egito. 17E decidi tirar-vos da opressóo do Egito e conduzir-vos à terra dos cananeus, dos hititas, dos amorreus, dos fereseus, dos heveus e dos jebuseus, a uma terra onde corre leite e mel. 18Eles te escutarão e tu, com os anciãos de Israel, irás ao rei do Egito e lhe direis: 'O Senhor, o Deus dos hebreus, veio ao nosso encontro. E, agora, temos que ir, a três dias de marcha no deserto, para oferecermos sacrifícios ao Senhor nosso Deus'. 19Eu sei, no entanto, que o rei do Egito não vos deixará partir, se não for obrigado por mão forte. 20Por isso, estenderei minha mão e castigarei o Egito com toda a sorte de prodígios que vou realizar no meio deles. Depois disso, o rei do Egito vos deixará partir'.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 104 (105)
- Dai graças ao Senhor, gritai seu nome, anunciai entre as nações seus grandes feitos! Lembrai as maravilhas que ele fez, seus prodígios e as palavras de seus lábios!
R: O Senhor se lembra sempre da Aliança.
- Ele sempre se recorda da Aliança, promulgada a incontáveis gerações; da Aliança que ele fez com Abraão, e do seu santo juramento a Isaac.
R: O Senhor se lembra sempre da Aliança.
- Deus deu um grande crescimento a seu povo e o fez mais forte que os próprios opressores. Ele mudou seus corações para odiá-lo, e trataram com má-fé seus servidores.
R: O Senhor se lembra sempre da Aliança.
- Então mandou Moisés, seu mensageiro, e igualmente Aarão, seu escolhido; por meio deles realizou muitos prodígios e, na terra do Egito, maravilhas.
R: O Senhor se lembra sempre da Aliança.
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 11, 28-30
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Vinde a mim, todos vós que estais cansados, e descanso eu vos darei, diz o Senhor (Mt 11,28);
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:
Naquele tempo, tomou Jesus a palavra e disse: 28Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso. 29Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso. 30Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor
Comentário do dia por Santo Agostinho (354-430)
Bispo de Hipona (norte de África), Doutor da Igreja
«Sobre a virgindade», 35-36; PL 40, 416

«Tornai-vos meus discípulos; aprendei de Mim»
Vejo-Te, ó bom Jesus, com os olhos da fé que abriste em mim, vejo-Te a chorar e a dizer ao género humano: «Vinde a Mim, vinde para a minha escola.» Qual é a lição [...] que temos de aprender na tua escola? «Que sou manso e humilde de coração». É a isso, pois, que se resumem «todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento» (Col 2,3) escondidos em Ti - a aprender esta lição capital: que Tu és «manso e humilde de coração». [...]
Que aqueles que procuram a tua misericórdia e a tua verdade escutem, venham a Ti, aprendam de Ti a ser mansos e humildes, vivendo para Ti e não para si próprios. Que oiça isto aquele que anda cansado e oprimido, que se verga sob um fardo que o impede de erguer os olhos ao céu (Lc 18,13), o pecador que bate no peito e não se sente digno de se aproximar de Ti. Que oiça o centurião que não era digno de que entrasses sob o seu teto (Lc 7,6). Que oiça Zaqueu, o chefe dos publicanos, quando declara que vai devolver quatro vezes mais o fruto dos seus pecados (Lc 19,8). Que oiça a mulher que tinha sido pecadora na cidade e que derrama tantas lágrimas a teus pés quanto afastada tinha estado dos teus passos (Lc 7,37). Que oiçam as mulheres de má vida e os publicanos que precedem os escribas e os fariseus no Reino dos Céus (Mt 21,31). Que oiçam os doentes com todo o género de males com quem Ele era acusado de conviver (Mt 9,11). [...]
Todos estes, quando se voltam para Ti, tornam-se facilmente mansos e humildes diante de Ti, recordando-se da sua vida cheia de pecados e da tua misericórdia cheia de perdão, pois «onde aumentou o pecado, superabundou a graça» (Rom 5,20).

PEÇA A SUA ORAÇÃO NO FINAL DESTE POST- ARAUTOS DO EVANGELHO

 

AMIGOS- MARTHA MEDEIROS

Outro dia eu estava lendo uma matéria sobre amizade numa revista aqui de São Paulo e vi que muita gente já não acredita tanto em amizade verdadeira. E a verdade é que essas pessoas tem seus motivos. Eu próprio vez ou outra penso em pender pra esse lado. Mas tenho um punhado de amigos dos quais eu não conseguiria abrir mão. Pessoas que entraram na minha vida e que eu faço um esforço danado para mantê-los perto de mim, mesmo que nos encontremos separados por alguns quilômetros. Amigos especiais que, mesmo que eu não queira investir em outras amizades daqui pra frente, não conseguiria esquecer nunca. São meus amigos ANJOS, que se aborrecem comigo e com os quais eu também me aborreço de vez em quando. No final, o que sobra desses nossos aborrecimentos é o que, no nosso caso, pode ser chamado de AMIZADE. E amizade é isso! Mas voltemos ao artigo.

Na minha opinião, o que vem desconstruindo o conceito de amizade é a banalização da mesma. As pessoas começaram a delirar que o segurança que elas conheceram na casa de show e pediu para ser adicionado no Facebook é um amigo. Me desculpem se estou jogando água fria na fervura, mas não é amigo não!!!

Nem o segurança da casa de show; nem o cobrador de ônibus; nem o caixa do supermercado; nem o garçom ou garçonete do barzinho; nem o cabeleireiro; nem o açougueiro; nem o colega de trabalho; nem a moça na fila do banco. Não, não são amigos o policial, o gari, o cantor com o qual tiramos uma foto no restaurante, o caminhoneiro que acabamos de conhecer e nos fez dar umas boas risada contando uma piada engraçada lá do sul. Não, essas pessoas não são amigas, são só pessoas que conhecemos no nosso dia-a-dia. A amizade, a verdadeira, não se faz assim, como um cachorro quente numa barraquinha na frente de um estádio de futebol.

Amigo de verdade é aquele que pensa em você, que se preocupa com você. É aquele para o qual você pode correr nos momentos complicados da vida com a certeza de que ele vai te acolher, seja com um abraço acalorado, um conselho, uma palavra de incentivo, de apoio, e até mesmo, acredite, com um puxão de orelha. É isso mesmo, um puxão de orelha! Porque amigo é pra isso: para nos pôr nos trilhos quando nos sentimos descarrilhados.

Amigo não é só aquele que nos fala coisas bonitas, mas também aquele que nos abre os olhos dizendo a verdade, mesmo que ela nos cause um pouquinho de dor. É esse o tipo de amigo que eu valorizo na minha vida, que eu preciso pra minha vida, porque é esse o tipo de amigo que eu tento ser para as pessoas que eu escolho como amigas.

As pessoas que se preocupam com nós, que nos são amigas de verdade, não devem ser colocadas no mesmo pacote onde foi colocada uma pessoa que acabamos de conhecer num baile funk, numa borracharia, ou sei lá onde. Quando fazemos isso, das duas uma: ou não somos amigos daqueles que sabemos ser nossos amigos de verdade ou simplesmente não valorizamos as nossas amizades.

QUE DEUS ILUMINE CADA UM DOS AMIGOS QUE TENHO (E SÃO POUQUÍSSIMOS). E QUE ELES NUNCA ESQUEÇAM QUE PODEM SEMPRE CONTAR COMIGO.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

EVANGELHO DIÁRIO ARAUTOS DO EVANGELHO

Quarta-feira, 19 de Julho de 2017.
Santo do dia: São Bernoldo, Bispo
Cor litúrgica: verde
Evangelho do dia: São Mateus 11, 25-27
Primeira leitura: Êxodo 3,1-6.9-12
Leitura do Livro do Êxodo:
Naqueles dias: 1Moisés apascentava o rebanho de Jetro, seu sogro, sacerdote de Madiã. Levou um dia, o rebanho deserto adentro e chegou ao monte de Deus, o Horeb. 2Apareceu-lhe o anjo do Senhor numa chama de fogo, do meio de uma sarça. Moisés notou que a sarça estava em chamas, mas não se consumia, e disse consigo: 3'Vou aproximar-se desta visão extraordinária, para ver porque a sarça não se consome'. 4O Senhor viu que Moisés se aproximava para observar e chamou-o do meio da sarça, dizendo: 'Moisés! Moisés!' Ele respondeu: 'Aqui estou'. 5E Deus disse: 'Não te aproximes! Tira as sandálias dos pés, porque o lugar onde estás é uma terra santa'. 6E acrescentou: 'Eu sou o Deus de teus pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó'. Moisés cobriu o rosto, pois temia olhar para Deus. 9E agora, o clamor dos filhos de Israel chegou até mim, e vi a opressão que os egípcios fazem pesar sobre eles. 10Mas vai, eu te envio ao Faraó, para que faças sair do Egito o meu povo, os filhos de Israel'. 11E Moisés disse a Deus: 'Quem sou eu para ir ao Faraó e fazer sair os filhos de Israel do Egito?' 12Deus lhe disse: 'Eu estarei contigo; e este será o sinal de que fui eu que te enviei: quando tiveres tirado do Egito o povo, vós servireis a Deus sobre esta montanha'.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 102 (103)
- Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e todo o meu ser, seu santo nome! Bendize, ó minha alma, ao Senhor, não te esqueças de nenhum de seus favores!
R: O Senhor é indulgente, é favorável
- Pois ele te perdoa toda culpa, e cura toda a tua enfermidade; da sepultura ele salva a tua vida e te cerca de carinho e compaixão.
R: O Senhor é indulgente, é favorável
- O Senhor realiza obras de justiça e garante o direito aos oprimidos; revelou os seus caminhos a Moisés, e aos filhos de Israel, seus grandes feitos.
R: O Senhor é indulgente, é favorável
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 11, 25-27
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, pois revelaste os mistérios do teu reino aos pequeninos, escondendo-os aos doutores! (Mt 11,25);
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:
25Naquele tempo, Jesus pôs-se a dizer: 'Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos. 26Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado. 27Tudo me foi entregue por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar.
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor

PARAI,SABEI QUE EU SOU DEUS!- 365 DIAS COM O SENHOR

Parai! Sabei que eu sou Deus
Leitura Bíblica:  Salmo 46,7-12

Parai! Sabei que eu sou Deus...(v.11)

Parai! Quando eu pronunciei esta palavra, os ventos e as ondas me obedeceram no mesmo instante, e houve imediatamente grande calmaria. Eu a repito agora a vossos corações atribulados. Eu a repito a vossos corpos e almas sofredores: "Parai!" Eu ordeno que a dor cesse, que a angústia de vossos corações se dissipe. Eu proíbo até que as memórias tristes do passado revivam em vós. Quando tudo está confuso e vossos pensamentos correm a centenas de quilômetros por hora, eu digo: "Parai"!
Quando vos apressais ao longo da jornada, correndo para fazer mais do que cabe num único dia, eu digo: "Parai"!
Se reservais um tempo para de repouso e de calma, conseguis ver que eu já comecei a fazer todas as coisas concorrerem a vosso favor. Não precisais ver o fim delas, mas somente o começo...
Eu quero que largueis vossa espada e que me deixes lutar por todos vós. Eu serei fiel para dar frutos, e realizar toda boa obra em vossas vidas. Quando me confiardes vossos domínios, eu poderei dirigir e fazer infinitamente mais do que pensais ou quereis.
Parai com tanta agitação inútil. Parai e entendei que eu sou Deus! Vereis em breve minha grandeza. Quando eu me revelo como o Deus da vossa vida, nada tendes a temer. Eu tenho tudo nas minhas mãos. Eu ajo para o vosso bem em todas as circunstâncias. Repousareis sobre mim, e eu farei tudo por vós. Não é apenas a vós que eu digo:"Silêncio"! "Cala-te"! Digo o mesmo a vossos inimigos e a todos os que agem de má vontade contra vós.

terça-feira, 18 de julho de 2017

EVANGELHO DIÁRIO ARAUTOS DO EVANGELHO

Terça-feira, 18 de Julho de 2017.
Santo do dia: São Bruno, Bispo
Cor litúrgica: verde
Evangelho do dia: São Mateus 11, 20-24
Primeira leitura: Êxodo 2,1-15
Leitura do Livro do Êxodo:
Naqueles dias: 1Um homem da família de Levi casou-se com uma mulher da mesma tribo, 2e ela concebeu e deu à luz um filho. Ao ver que era um belo menino, manteve-o escondido durante três meses. 3Mas não podendo escondê-lo por mais tempo, tomou uma cesta de junco, calafetou-a com betume e piche, pôs dentro dela a criança e deixou-a entre os caniços na margem do rio Nilo. 4A irmã do menino ficou a certa distância para ver o que ia acontecer. 5A filha do Faraó desceu para se banhar no rio, enquanto suas companheiras passeavam pela margem. Vendo, então, a cesta no meio dos caniços, mandou uma das servas apanhá-la. 6Abrindo a cesta, viu a criança: era um menino, que chorava. Ela compadeceu-se dele e disse: 'É um menino dos hebreus'. 7A irmã do menino disse, então, à filha do Faraó: 'Queres que te vá chamar uma mulher hebréia, que possa amamentar o menino?' 8A filha do Faraó respondeu: 'Vai'. E a menina foi e chamou a mãe do menino. 9A filha do Faraó disse à mulher: 'Leva este menino, amamenta-o para mim, e eu te pagarei o teu salário'. A mulher levou o menino e amamentou. 10Quando já estava crescido, ela levou-o à filha do Faraó, que o adotou como filho e lhe deu o nome de Moisés, porque, disse ela, 'eu o tirei das águas'. 11Um dia, quando já era adulto, Moisés saiu para visitar seus irmãos hebreus; viu sua aflição e como um egípcio maltratava um deles. 12Olhou para os lados e, não vendo ninguém, matou o egípcio e escondeu-o na areia. 13No dia seguinte, saiu de novo e viu dois hebreus brigando, e disse ao agressor: 'Por que bates no teu companheiro?' 14E este replicou: 'Quem te estabeleceu nosso chefe e nosso juiz? Acaso pretendes matar-me, como mataste o egípcio?' Moisés ficou com medo e disse consigo: 'Com certeza, o fato se tornou conhecido'. 15aO Faraó foi informado do que aconteceu, e procurava matar Moisés. Mas este, fugindo da sua vista, parou na terra de Madiã.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 68 (69)
- Na lama do abismo eu me afundo e não encontro um apoio para os pés. Nestas águas muito fundas vim cair, e as ondas já começam a cobrir-me!
R: Humildes, procurai o Senhor Deus, e o vosso coração reviverá.
- Por isso elevo para vós minha oração, neste tempo favorável, Senhor Deus! Respondei-me pelo vosso imenso amor, pela vossa salvação que nunca falha!
R: Humildes, procurai o Senhor Deus, e o vosso coração reviverá.
- Pobre de mim, sou infeliz e sofredor! Que vosso auxílio me levante, Senhor Deus! Cantando eu louvarei o vosso nome e agradecido exultarei de alegria!
R: Humildes, procurai o Senhor Deus, e o vosso coração reviverá.
- Humildes, vede isto e alegrai-vos: o vosso coração reviverá, se procurardes o Senhor continuamente! Pois nosso Deus atende à prece dos seus pobres, e não despreza o clamor de seus cativos.
R: Humildes, procurai o Senhor Deus, e o vosso coração reviverá.
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 11, 20-24
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Oxalá ouvísseis hoje a sua voz. Não fecheis os corações como em Meriba! (Sl 94,8);
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:
Naquele tempo: 20Jesus começou a censurar as cidades onde fora realizada a maior parte de seus milagres, porque não se tinham convertido. 21'Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque, se os milagres que se realizaram no meio de vós, tivessem sido feitos em Tiro e Sidônia, há muito tempo elas teriam feito penitência, vestindo-se de cilício e cobrindo-se de cinza. 22Pois bem! Eu vos digo: no dia do julgamento, Tiro e Sidônia serão tratadas com menos dureza do que vós. 23E tu, Cafarnaum! Acaso serás erguida até o céu? Não! Serás jogada no inferno! Porque, se os milagres que foram realizados no meio de ti tivessem sido feitos em Sodoma, ela existiria até hoje! 24Eu, porém, vos digo: no dia do juízo, Sodoma será tratada com menos dureza do que vós!'
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor
Comentário do dia por São Jerónimo (347-420)
Presbítero, tradutor da Bíblia, Doutor da Igreja
Comentário sobre o profeta Joel; PL 25, 667 (trad. breviário rev.)

Jesus chama as cidades da Galileia à conversão
«O Senhor é bom e misericordioso», preferindo à morte o arrependimento dos pecados (Jl 2,13). «Ele é paciente e rico em misericórdia»; não imita a impaciência dos homens, mas espera longamente o nosso arrependimento. «Está pronto a parar o mal» ou a arrepender-Se dele. Quer dizer que, se nos arrependermos dos nossos pecados, Ele mesmo Se arrependerá das suas ameaças e não nos infligirá os males com que nos ameaçara; se mudarmos de opinião, também Ele mudará. [...]
No entanto, o profeta que acaba de dizer: «O Senhor é bom e misericordioso, paciente e rico em misericórdia, pronto a parar o mal ou a arrepender-Se dele» acrescenta, para que essa grande clemência não nos torne negligentes: «Quem sabe? Talvez Ele volte atrás, renuncie ao castigo e nos encha de bênçãos» (v. 14). Eu, diz ele, exorto-vos à penitência, e sei que a clemência de Deus é inexprimível. Como disse David: «Tem piedade de mim, meu Deus, na tua grande misericórdia, na abundância do teu perdão apaga os meus pecados» (Sl 50,3). Mas, porque nós não podemos conhecer a profundidade das riquezas da sabedoria e da ciência de Deus (Rom 11,33), vou exprimir-me de forma mais ligeira, formularei apenas um desejo, dizendo: «Quem sabe se Deus não mudará de opinião e não perdoará?» Este «quem sabe» deve entender-se como designando uma coisa difícil.

ME FALA SEMPRE DO TEU AMOR- LIVRO 365 DIAS COM O SENHOR

ME FALA SEMPRE DO TEU AMOR
(leitura bíblica :Salmo 2,9-12)

Servi ao Senhor com reverência e prestai-lhe homenagem com temor para que não se irrite e pereçais pelo caminho, pois sua ira se inflama de repente. Felizes os que nele se abrigam!(vs. 11-12)

Eu preciso do teu amor mais profundo, e tu precisas ainda mais dele para viver. Queres retroceder espirtualmente? É fácil: basta ficar longe de mim, sem tempo para ficar em minha presença em diálogo comigo.
Se teu coração não me adorar, logo encontrará alguém ou outra coisa para adorar. Assim, perecerás ràpidamente no caminho que escolheste.
Muitos adoram ídolos; mas o que quero é que teus lábios me adorem e me ofereçam sacrifícios de louvor. É a maior forma fe ternura, que podes demonstrar nesse momento. O beijo é a forma de ternura que podes demonstrar nesse momento. O beijo é a forma mais elevada e bela da expressão do amor.
É um ato de intimidade e sinal de sentimento sólidos. Nunca se beija alguém sem amor. Judas me traiu com um beijo: é o que ele podia fazer de mais cruel. Me vender por 30 moedas foi menos cruel do que usar o beijo para me entregar aos soldados. Ele conspurcou o símbolo mais nobre do amor.
Beijar é tomar nos braços, trazer para o coração quem é beijado. Reflete bem antes de beijar alguém. Não transformes o santo beijo em um gesto vazio de afeição. Quando dás um beijo, dás junto com ele um pouco do teu coração àquela que queres saudar com respeito e sinceridade.
As pessoas não precisam de cumprimentos frios e indiferentes, mas sim de amor e de atenção. Muitas dessas pessoas não têm ninguém que se preocupe com elas. Acolhe-as no coração com amor de ágape. Esse beijo se perpetuará em teu coração, pois o amor chega até a eternidade. O amor de ágape nunca morre.
Se me amares, não perecerás pelo caminho, pois andarás sempre em estreita intimidade comigo. Estaremos tão próximos que tú me confiarás todas as coisas e teu coração será pleno d elouvores todos os dias.

POSTADO POR CLAUDIA PROTTI- 365 DIAS COM O SENHOR

MENSAGEM DO DIA PAULO ROBERTO GAEFKE- DIFERENCIE-SE!

Diferencie-se! Mensagem do Dia
Ouse.
Um toque extra de coragem para enfrentar seus fantasmas.
Vibre
Um sorriso de pura satisfação ao fazer tudo certo.
Corrija-se.
Coragem para reconhecer que errou e fazer tudo cada vez melhor.
Permita-se.
Fazer um novo percurso, uma rota diferente, desligar o GPS…
Acredite.
Tudo pode ser transformado, e até um velho jeans pode virar moda.
Desafie-se!
A última curva ainda não chegou, a ladeira não acabou, NÃO PARE!
Respire.
Pare um minuto para pensar, reflita e só depois, diga, ou silencie-se.
Ame muito.
Ame tudo o que puder ser amado, seu amor, seu gato, sua planta, seus filhos.
Ame-se.
Respeite-se em tudo e faça valer o respeito por você.
Vença.
Ninguém pode derrotar quem já nasceu para vencer:
E esse alguém, é VOCÊ!

domingo, 16 de julho de 2017

EVANGELHO DIÁRIO ARAUTOS DO EVANGELHO

Domingo, 16 de Julho de 2017.
Santo do dia: Nossa Senhora do Carmo; Beata Amada de Jesus de Gordon, virgem, e companheiras, mártiresCor litúrgica: verde
Evangelho do dia: São Mateus 13,1-23 ou 1-9
Primeira leitura: Isaías 55, 10-11
Leitura do Livro do Profeta Isaías:
Isto diz o Senhor: 10assim como a chuva e a neve descem do céu e para lá não voltam mais, mas vêm irrigar e fecundar a terra, e fazê-la germinar e dar semente, para o plantio e para a alimentação, 11assim a palavra que sair de minha boca: não voltará para mim vazia; antes, realizará tudo que for de minha vontade e produzirá os efeitos que pretendi, ao enviá-la.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 64 (65)
- Visitais a nossa terra com as chuvas, e transborda de fartura. Rios de Deus que vêm do céu derramam águas, e preparais o nosso trigo.
R: A semente caiu em terra boa e deu fruto.
- É assim que preparais a nossa terra: vós a regais e aplainais, os seus sulcos com a chuva amoleceis e abençoais as sementeiras.
R: A semente caiu em terra boa e deu fruto.
- O ano todo coroais com vossos dons, os vossos passos são fecundos; transborda a fartura onde passais, brotam pastos no deserto.
R: A semente caiu em terra boa e deu fruto.
- As colinas se enfeitam de alegria, e os campos, de rebanhos; nossos vales se revestem de trigais: tudo canta de alegria!
R: A semente caiu em terra boa e deu fruto.
Segunda leitura: Romanos 8, 18-23
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos:
Irmãos: 18Eu entendo que os sofrimentos do tempo presente nem merecem ser comparados com a glória que deve ser revelada em nós. 19De fato, toda a criação está esperando ansiosamente o momento de se revelarem os filhos de Deus. 20Pois a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua livre vontade, mas por sua dependência daquele que a sujeitou; 21também ela espera ser libertada da escravidão da corrupção e, assim, participar da liberdade e da glória dos filhos de Deus. 22Com efeito, sabemos que toda a criação, até ao tempo presente, está gemendo como que em dores de parto. 23E não somente ela, mas nós também, que temos os primeiros frutos do Espírito, estamos interiormente gemendo, aguardando a adoção filial e a libertação para o nosso corpo.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 13, 1-23
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Semesnte é de Deus a palavra, Cristo é o semeador; todo aquele que o encontra, vida eterna encontrou! (Lc 8,11);
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:
1Naquele dia, Jesus saiu de casa e foi sentar-se às margens do mar da Galiléia. 2Uma grande multidão reuniu-se em volta dele. Por isso Jesus entrou numa barca e sentou-se, enquanto a multidão ficava de pé, na praia. 3E disse-lhes muitas coisas em parábolas: 'O semeador saiu para semear. 4Enquanto semeava, algumas sementes caíram à beira do caminho, e os pássaros vieram e as comeram. 5Outras sementes caíram em terreno pedregoso, onde não havia muita terra. As sementes logo brotaram, porque a terra não era profunda. 6Mas, quando o sol apareceu, as plantas ficaram queimadas e secaram, porque não tinham raiz. 7Outras sementes caíram no meio dos espinhos. Os espinhos cresceram e sufocaram as plantas. 8Outras sementes, porém, caíram em terra boa, e produziram à base de cem, de sessenta e de trinta frutos por semente. 9Quem tem ouvidos, ouça!' 10Os discípulos aproximaram-se e disseram a Jesus: 'Por que tu falas ao povo em parábolas?' 11Jesus respondeu: 'Porque a vós foi dado o conhecimento dos mistérios do Reino dos Céus, mas a eles não é dado. 12Pois à pessoa que tem, será dado ainda mais, e terá em abundância; mas à pessoa que não tem, será tirado até o pouco que tem. 13É por isso que eu lhes falo em parábolas: porque olhando, eles não vêem, e ouvindo, eles nóo escutam, nem compreendem. 14Deste modo se cumpre neles a profecia de Isaías: `Havereis de ouvir, sem nada entender. Havereis de olhar, sem nada ver. 15Porque o coração deste povo se tornou insensível. Eles ouviram com má vontade e fecharam seus olhos, para não ver com os olhos, nem ouvir com os ouvidos, nem compreender com o coração, de modo que se convertam e eu os cure'. 16Felizes sois vós, porque vossos olhos vêem e vossos ouvidos ouvem. 17Em verdade vos digo, muitos profetas e justos desejaram ver o que vedes, e não viram, desejaram ouvir o que ouvis, e não ouviram. 18Ouvi, portanto, a parábola do semeador: 19Todo aquele que ouve a palavra do Reino e não a compreende, vem o Maligno e rouba o que foi semeado em seu coração. Este é o que foi semeado à beira do caminho. 20A semente que caiu em terreno pedregoso é aquele que ouve a palavra e logo a recebe com alegria; 21mas ele não tem raiz em si mesmo, é de momento: quando chega o sofrimento ou a perseguição, por causa da palavra, ele desiste logo. 22A semente que caiu no meio dos espinhos é aquele que ouve a palavra, mas as preocupações do mundo e a ilusão da riqueza sufocam a palavra, e ele não dá fruto. 23A semente que caiu em boa terra é aquele que ouve a palavra e a compreende. Esse produz fruto. Um dá cem, outro sessenta e outro trinta.'
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor
Comentário do dia por Santa Teresa de Ávila (1515-1582)
Carmelita descalça, Doutora da Igreja
Exclamações, n.º 8
«Os cuidados deste mundo e a sedução da riqueza sufocam a palavra»
Senhor, meu Deus, as tuas palavras são palavras de vida, onde todos os mortais encontram aquilo que desejam, desde que aceitem procurá-lo. Mas será de espantar, meu Deus, que esqueçamos as tuas palavras, tomados como somos pela loucura e a languidez que são consequência das nossas más ações? Oh meu Deus [...], autor de toda a criação, o que seria esta criação se Tu quisesses, Senhor, criar ainda mais? Tu és omnipotente, as tuas obras são incompreensíveis. Faz, Senhor, que as tuas palavras nunca se afastem do meu pensamento.

Tu disseste: «Vinde a Mim todos os que estais cansados e oprimidos e Eu vos aliviarei» (Mt 11, 28). Que mais queremos nós, Senhor? Que mais pedimos? Que mais procuramos? Porque será que as gentes do mundo se perdem, a não ser porque andam em busca da felicidade? Oh meu Deus [...], que cegueira tão profunda! Procuramos a felicidade onde é impossível encontrá-la.

Oh Criador, tem piedade das tuas criaturas! Repara que, sozinhos, não compreendemos, não sabemos aquilo que desejamos, escapa-nos aquilo que pedimos. Dá-nos luz, Senhor! Vê que temos mais necessidade dela do que o cego de nascença. Ele desejava ver a luz e não era capaz, e agora, Senhor, as pessoas recusam-se a ver. Haverá mal mais incurável do que esse? Será aqui, meu Deus, que ressoará o teu poder, aqui que brilhará a tua misericórdia. [...] Peço-Te que me concedas amar aqueles que não Te amam, abrir a porta àqueles que não batem, dar a saúde àqueles que gostam de estar doentes. [...] Tu disseste, Mestre meu, que tinhas vindo para os pecadores (Mt 9, 13); ei-los, Senhor! E Tu, meu Deus, esquece a nossa cegueira, considera apenas o sangue que o teu Filho derramou por nós. Que a tua misericórdia resplandeça no seio de semelhante infelicidade; lembra-Te, Senhor, de que somos obra tua e salva-nos pela tua bondade, pela tua misericórdia.

NONO DIA DA NOVENA A NOSSA SENHORA DO CARMO ARAUTOS DO EVANGELHO