AMIGOS3

CARTÃO

SEGUIDORES

CARTÃO

CARTÃO

Google+ Badge

quarta-feira, 31 de maio de 2017

EVANGELHO DIÁRIO ARAUTOS DO EVANGELHO

Quarta-feira, 31 de Maio de 2017.
Santo do dia: Visitação de Nossa Senhora
Cor litúrgica: branco
Evangelho do dia: São Lucas 1, 39-56
Primeira leitura: Sofonias 3, 14-18
Leitura da Profecia de Sofonias:
14Canta de alegria, cidade de Sião; rejubila, povo de Israel! Alegra-te e exulta de todo o coração, cidade de Jerusalém! 15O Senhor revogou a sentença contra ti, afastou teus inimigos; o rei de Israel é o Senhor, ele está no meio de ti, nunca mais temerás o mal. 16Naquele dia, se dirá a Jerusalém: "Não temas, Sião, não te deixes levar pelo desânimo! 17O Senhor, teu Deus, está no meio de ti, o valente guerreiro que te salva; ele exultará de alegria por ti, movido por amor; exultará por ti, entre louvores, 18como nos dias de festa. Afastarei de ti a desgraça, para que nunca mais te cause humilhação".
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo (Is 12)
- Eis o Deus, meu Salvador, eu confio e nada temo; o Senhor é minha força, meu louvor e salvação. Com alegria bebereis do manancial da salvação.
R: O Santo de Israel é grande entre vós.
- E direis naquele dia: "Dai louvores ao Senhor, invocai seu santo nome, anunciai suas maravilhas, dentre os povos proclamai que seu nome é o mais sublime.
R: O Santo de Israel é grande entre vós.
- Louvai cantando ao nosso Deus, que fez prodígios e portentos, publicai em toda a terra suas grandes maravilhas! Exultai cantando alegres, habitantes de Sião, porque é grande em vosso meio o Deus Santo de Israel!"
R: O Santo de Israel é grande entre vós.
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 1, 39-56
- Aleluia, aleluia, aleluia.
- És feliz porque creste, Maria, pois em ti a palavra de Deus vai cumprir-se, conforme ele disse (Lc 1,45)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:
39Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judéia. 40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42Com um grande grito, exclamou: "Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre!" 43Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? 44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 45Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido, o que o Senhor lhe prometeu". 46Maria disse: "A minha alma engrandece o Senhor, 47e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador, 48pois, ele viu a pequenez de sua serva, eis que agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 49O Poderoso fez por mim maravilhas e Santo é o seu nome! 50Seu amor, de geração em geração, chega a todos que o respeitam. 51Demonstrou o poder de seu braço, dispersou os orgulhosos. 52Derrubou os poderosos de seus tronos e os humildes exaltou. 53De bens saciou os famintos despediu, sem nada, os ricos. 54Acolheu Israel, seu servidor, fiel ao seu amor, 55como havia prometido aos nossos pais, em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre". 56Maria ficou três meses com Isabel; depois voltou para casa.
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor
Comentário do dia por Bento XVI, Papa de 2005 a 2013
Palavras do Papa Bento XVI no encerramento do mês de maio nos jardins do Vaticano, 31 de Maio de 2006 (trad. © copyright Libreria Editrice Vaticana)

«Aonde Maria chega, está presente Jesus»
Na hodierna festa da Visitação, como em qualquer página do Evangelho, vemos Maria dócil aos desígnios divinos e em atitude de amor previdente para com os irmãos. De facto, a humilde jovem de Nazaré, ainda surpreendida por tudo o que o anjo Gabriel lhe anunciou, isto é, que será a mãe do Messias prometido, ouve dizer que também sua idosa parente Isabel espera um filho na sua velhice. Sem hesitar põe-se a caminho, anota o evangelista, para alcançar «apressadamente» a casa da prima e pôr-se à sua disposição num momento de particular necessidade.
Observemos que, no encontro entre a jovem Maria e a já idosa Isabel, o protagonista escondido é Jesus. Maria leva-O no seu seio como um tabernáculo sagrado e oferece-O como o dom maior a Zacarias, a sua esposa Isabel e também ao menino que se está a desenvolver no seu seio: «na verdade, logo que chegou aos meus ouvidos a voz da tua saudação, o menino exultou de alegria no meu seio». Aonde Maria chega, está presente Jesus. Quem abre o seu coração à Mãe encontra e acolhe o Filho e é colmado da sua alegria. A verdadeira devoção mariana nunca ofusca nem diminui a fé e o amor a Jesus Cristo nosso Salvador, único mediador entre Deus e os homens. Ao contrário, a entrega a Nossa Senhora é um caminho privilegiado, experimentado por tantos santos, para um seguimento fiel do Senhor. Confiemo-nos, pois, a Ela com filial abandono!

segunda-feira, 29 de maio de 2017

EVANGELHO DIÁRIO ARAUTOS DO EVANGELHO - ACENDA VELA VIRTUAL A NOSSA SENHORA DE FÁTIMA


Segunda-feira, 29 de Maio de 2017.
Santo do dia: São Maximino de Treves, Bispo
Cor litúrgica: branco
Evangelho do dia: São João 16, 29-33
Primeira leitura: Atos dos Apóstolos 19,1-8
Leitura dos Atos dos Apóstolos:
1Enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo atravessou as regiões montanhosas e chegou a Éfeso. Aí encontrou alguns discípulos e perguntou-lhes: 2'Vós recebestes o Espírito Santo quando abraçastes a fé?' Eles responderam: 'Nem sequer ouvimos dizer que existe o Espírito Santo!' 3Então Paulo perguntou: 'Que batismo vós recebestes?' Eles responderam: 'O batismo de João.' 4Paulo disse-lhes: 'João administrava um batismo de conversão, dizendo ao povo que acreditasse naquele que viria depois dele, isto é, em Jesus.' 5Tendo ouvido isso, eles foram batizados no nome do Senhor Jesus. 6Paulo impôs-lhes as mãos e sobre eles desceu o Espírito Santo. Começaram então a falar em línguas e a profetizar. 7Ao todo, eram uns doze homens. 8Paulo foi então à sinagoga e, durante três meses, falava com toda convicção, discutindo e procurando convencer os ouvintes sobre o Reino de Deus.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 67 (68)
- Eis que Deus se põe de pé, e os inimigos se dispersam! Fogem longe de sua face os que odeiam o Senhor! Como a fumaça se dissipa, assim também os dissipais, como a cera se derrete, ao contato com o fogo, assim pereçam os iníquos ante a face do Senhor!
R: Reinos da terra, cantai ao Senhor
- Mas os justos se alegram na presença do Senhor rejubilam satisfeitos e exultam de alegria! Cantai a Deus, a Deus louvai, cantai um salmo a seu nome! o seu nome é Senhor: exultai diante dele!
R: Reinos da terra, cantai ao Senhor
- Dos órfãos ele é pai, e das viúvas protretor; é assim o nosso Deus em sua santa habitação. É o Senhor quem dá abrigo, dá um lar aos deserdados, quem liberta os prisioneiros e os sacia com fartura.
R: Reinos da terra, cantai ao Senhor
Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 16, 29-33
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Se com Cristo ressurgistes, procurai o que é do alto, onde Cristo está sentado, à direita de Deus Pai (Cl 3,1)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João:
Naquele tempo: 29Os discípulos disseram a Jesus: 'Eis, agora falas claramente e não usas mais figuras. 30Agora sabemos que conheces tudo e que não precisas que alguém te interrogue. Por isto cremos que vieste da parte de Deus. 31Jesus respondeu: 'Credes agora? 32Eis que vem a hora - e já chegou - em que vos dispersareis, cada um para seu lado, e me deixareis só. Mas eu não estou só; o Pai está comigo. 33Disse-vos estas coisas para que tenhais paz em mim. No mundo, tereis tribulações. Mas, tende coragem! Eu venci o mundo!'
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor
Comentário do dia por Santa Teresa de Calcutá (1910-1997)
Fundadora das Irmãs Missionárias da Caridade
«A simple path»
As obras do amor são sempre obras de paz. Cada vez que partilhais o amor com outros, sentireis que a paz vos envolve a vós e a eles. E onde há paz, aí está Deus. É derramando a paz e a alegria nos corações que Deus toca a nossa vida e nos mostra o seu amor.
Conduzi-me, Senhor, da morte à vida
Do erro à verdade.
Levai-me do desespero à esperança,
Do temor à confiança.
Fazei-me passar do ódio ao amor,
Da guerra à paz.
Fazei que a paz encha os corações,
O nosso mundo, o nosso universo:
Paz, paz, paz.

SER FELIZ AUGUSTO CURY


Ser Feliz, Não É...

Ser feliz não é ter um céu sem tempestades, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem decepções.
Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros.
Ser feliz não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos.
Ser feliz não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz não é uma fatalidade do destino, mas uma conquista de quem sabe viajar para dentro do seu próprio ser.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si e ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz, é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um “não”.
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
É beijar os filhos, curtir os pais!
É ter momentos poéticos com os amigos, mesmo que eles nos magoem.
Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de cada um de nós.
É ter maturidade para falar: “Eu errei”.
É ter ousadia para dizer: “Me perdoe!”
É ter sensibilidade para expressar: “Eu preciso de você”.
É ter capacidade de dizer “Eu te amo”.
E, quando você errar o caminho, recomece tudo de novo. Pois assim você será cada vez mais apaixonado pela vida. E descobrirá que...
Ser feliz não é ter uma vida perfeita.
Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância.
Usar as perdas para refinar a paciência.
Usar as falhas para esculpir a serenidade.
Usar a dor para lapidar o prazer.
Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.

Augusto Cury

Beija-flor
Carlos era um garoto estudioso. Seu problema era a falta de paciência.
Se ele estivesse fazendo a lição de casa e algo saísse errado, logo se irritava. Jogava longe o caderno, a régua, o lápis e desistia do trabalho.
A atitude preocupava seus pais. Os conselhos eram reprisados todos os dias. Sem nenhum efeito.
Uma manhã, ao abrir a janela do seu quarto, Carlos viu um beija-flor sobrevoando o jardim.
Debruçou-se na janela e ficou observando. O lindo pássaro, de penas verdes e azuis, batia rapidamente as asas, parava diante de uma flor.
Depois descia até o chão, pegava um raminho e subia até o galho de um pinheiro.
Tornava a descer e subir, sempre carregando um raminho no bico.
A cena deixou Carlos extasiado. Chamou o pai, a mãe, o irmão. Todos ficaram longo tempo olhando o trabalho contínuo do beija-flor que logo teve ajuda da sua companheira.
O encantamento era geral.
Naquela noite, houve uma violenta tempestade. Ventos fortes. Chuva.
Pela manhã, o ninho estava no chão. Carlos ficou olhando triste. Tanto trabalho por nada.
Logo o sol saiu. Os ramos começaram a secar. A natureza tornou a sorrir maravilhas.
O casal de beija-flores se apresentou no jardim e recomeçou a tarefa.
Raminho após raminho foi sendo levado. A construção do novo ninho demorou alguns dias. Tinha a forma de uma concha bem funda.
A fêmea se acomodou e botou dois ovinhos.
Carlos passou a visitar o ninho. Se a fêmea se afastava, ele ia dar uma espiadela.
Numa bela tarde, que surpresa! Os filhotinhos haviam nascido. Já estavam com os biquinhos abertos, esperando que a mamãe beija-flor colocasse o alimento.
Nessa hora, o pai de Carlos aproveitou para falar:
Você já imaginou, meu filho, se no dia daquela tempestade, quando o ninho caiu, os beija-flores tivessem desistido?
O exemplo deles é de persistência e paciência. Procure reforçar essas qualidades dentro de você.
Se você desistir, na primeira dificuldade, perderá a chance de realizar coisas maravilhosas. Pense nisso.

* * *

Existem muitos animais que dão ao homem excelentes lições. Assim é a abelha com sua disciplina, a aranha com sua perseverança, a pomba com sua mensagem de paz, os pelicanos com seu exemplo de fidelidade.
As aves estão presentes na literatura desde épocas remotas. Elas figuram na Bíblia, nas obras de autores clássicos da Grécia e de Roma, em fábulas e histórias famosas.

Autor desconhecido

O BEIJA FLOR

Beija-flor
Carlos era um garoto estudioso. Seu problema era a falta de paciência.
Se ele estivesse fazendo a lição de casa e algo saísse errado, logo se irritava. Jogava longe o caderno, a régua, o lápis e desistia do trabalho.
A atitude preocupava seus pais. Os conselhos eram reprisados todos os dias. Sem nenhum efeito.
Uma manhã, ao abrir a janela do seu quarto, Carlos viu um beija-flor sobrevoando o jardim.
Debruçou-se na janela e ficou observando. O lindo pássaro, de penas verdes e azuis, batia rapidamente as asas, parava diante de uma flor.
Depois descia até o chão, pegava um raminho e subia até o galho de um pinheiro.
Tornava a descer e subir, sempre carregando um raminho no bico.
A cena deixou Carlos extasiado. Chamou o pai, a mãe, o irmão. Todos ficaram longo tempo olhando o trabalho contínuo do beija-flor que logo teve ajuda da sua companheira.
O encantamento era geral.
Naquela noite, houve uma violenta tempestade. Ventos fortes. Chuva.
Pela manhã, o ninho estava no chão. Carlos ficou olhando triste. Tanto trabalho por nada.
Logo o sol saiu. Os ramos começaram a secar. A natureza tornou a sorrir maravilhas.
O casal de beija-flores se apresentou no jardim e recomeçou a tarefa.
Raminho após raminho foi sendo levado. A construção do novo ninho demorou alguns dias. Tinha a forma de uma concha bem funda.
A fêmea se acomodou e botou dois ovinhos.
Carlos passou a visitar o ninho. Se a fêmea se afastava, ele ia dar uma espiadela.
Numa bela tarde, que surpresa! Os filhotinhos haviam nascido. Já estavam com os biquinhos abertos, esperando que a mamãe beija-flor colocasse o alimento.
Nessa hora, o pai de Carlos aproveitou para falar:
Você já imaginou, meu filho, se no dia daquela tempestade, quando o ninho caiu, os beija-flores tivessem desistido?
O exemplo deles é de persistência e paciência. Procure reforçar essas qualidades dentro de você.
Se você desistir, na primeira dificuldade, perderá a chance de realizar coisas maravilhosas. Pense nisso.

* * *

Existem muitos animais que dão ao homem excelentes lições. Assim é a abelha com sua disciplina, a aranha com sua perseverança, a pomba com sua mensagem de paz, os pelicanos com seu exemplo de fidelidade.
As aves estão presentes na literatura desde épocas remotas. Elas figuram na Bíblia, nas obras de autores clássicos da Grécia e de Roma, em fábulas e histórias famosas.

Autor desconhecido

domingo, 28 de maio de 2017

EVANGELHO DIÁRIO ARAUTOS DO EVANGELHO

Domingo, 28 de Maio de 2017.
Santo do dia: Ascensão do Senhor; São Guilherme, monge
Cor litúrgica: branco
Evangelho do dia: São Mateus 28, 16-20
Primeira leitura: Atos dos Apóstolos 1, 1-11
Leitura dos Atos dos Apóstolos:
1No meu primeiro livro, ó Teófilo, já tratei de tudo o que Jesus fez e ensinou, desde o começo, 2até ao dia em que foi levado para o céu, depois de ter dado instruções pelo Espírito Santo, aos apóstolos que tinha escolhido. 3Foi a eles que Jesus se mostrou vivo depois da sua paixão, com numerosas provas. Durante quarenta dias, apareceu-lhes falando do Reino de Deus. 4Durante uma refeição, deu-lhes esta ordem: 'Não vos afasteis de Jerusalém, mas esperai a realização da promessa do Pai, da qual vós me ouvistes falar: 5'João batizou com água; vós, porém, sereis batizados com o Espírito Santo, dentro de poucos dias`.' 6Então os que estavam reunidos perguntaram a Jesus: 'Senhor, é agora que vais restaurar o Reino em Israel?' 7Jesus respondeu: 'Não vos cabe saber os tempos e os momentos que o Pai determinou com a sua própria autoridade. 8Mas recebereis o poder do Espírito Santo que descerá sobre vós, para serdes minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e na Samaria, e até os confins da terra.' 9Depois de dizer isto, Jesus foi levado ao céu, à vista deles. Uma nuvem o encobriu, de forma que seus olhos não mais podiam vê-lo. 10Os apóstolos continuavam olhando para o céu, enquanto Jesus subia. Apareceram então dois homens vestidos de branco, 11que lhes disseram: 'Homens da Galiléia, por que ficais aqui, parados, olhando para o céu? Esse Jesus que vos foi levado para o céu, virá do mesmo modo como o vistes partir para o céu.'
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 46 (47)
- Povos todos do universo, batei palmas, gritai a Deus aclamações de alegria! Porque sublime é o Senhor, o Deus Altíssimo, o soberano que domina toda a terra.
R: Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu ao toque da trombeta.
- Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu ao toque da trombeta. Salmodiai ao nosso Deus ao som da harpa, salmodiai ao som da harpa ao nosso Rei!
R: Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu ao toque da trombeta.
- Porque Deus é o grande Rei de toda a terra, ao som da harpa acompanhai os seus louvores! Deus reina sobre todas as nações, está sentado no seu trono glorioso.
R: Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu ao toque da trombeta.
Segunda leitura: Efésios 1, 17-23
Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios:
Irmãos: 17O Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai a quem pertence a glória, vos dê um espírito de sabedoria que vo-lo revele e faça verdadeiramente conhecer. 18Que ele abra o vosso coração à sua luz, para que saibais qual a esperança que o seu chamamento vos dá, qual a riqueza da glória que está na vossa herança com os santos, 19e que imenso poder ele exerceu em favor de nós que cremos, de acordo com a sua ação e força onipotente. 20Ele manifestou sua força em Cristo, quando o ressuscitou dos mortos e o fez sentar-se à sua direita nos céus, 21bem acima de toda a autoridade, poder, potência, soberania ou qualquer título que se possa mencionar não somente neste mundo, mas ainda no mundo futuro. 22Sim, ele pôs tudo sob os seus pés e fez dele, que está acima de tudo, a Cabeça da Igreja, 23que é o seu corpo, a plenitude daquele que possui a plenitude universal.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 28, 16-20
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Ide ao mundo, ensinai aos povos todos; convosco estarei todos os dias, até o fim dos tempos, diz Jesus (Mt 28,19s)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus: 
Naquele tempo: 16Os onze discípulos foram para a Galiléia, ao monte que Jesus lhes tinha indicado. 17Quando viram Jesus, prostraram-se diante dele. Ainda assim alguns duvidaram. 18Então Jesus aproximou-se e falou: 'Toda a autoridade me foi dada no céu e sobre a terra. 19Portanto, ide e fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, 20e ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei! Eis que eu estarei convosco todos os dias, até ao fim do mundo'.
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor
Comentário do dia por Beato Guerric de Igny (c. 1080-1157)
Abade cisterciense - 2.º Sermão para a Epifania

«Manifestei o teu nome aos homens»
Nós Te damos graças, Pai das luzes (Tg 1,17), por nos teres chamado das trevas para a tua luz admirável (1Pe 2,9). Nós Te damos graças por teres, pela tua palavra, feito brilhar a luz nas trevas, e a teres feito luzir nos nossos corações, para nos iluminar com o conhecimento do rosto de Cristo Jesus (2Cor 4,6). Sim, a verdadeira luz - mais do que isso, a vida eterna - consiste em Te conhecer, a Ti, único Deus, e ao teu enviado, Jesus Cristo.
Nós Te conhecemos, uma vez que conhecemos Jesus, porque o Pai e o Filho são um (Jo 10,30). Nós Te conhecemos pela fé, é verdade, e temo-la como garantia segura do conhecimento na visão. De agora até lá, contudo, aumenta a nossa fé (Lc 17,5), conduz-nos de fé em fé, de claridade em claridade, como que sob a moção do teu Espírito, para que penetremos cada dia mais nas profundezas da luz. Assim, a nossa fé crescerá, a nossa ciência tornar-se-á mais rica, a nossa caridade mais fervorosa e mais universal, até que a fé nos conduza ao face a face.

A ROSA - AUTOR DESCONHECIDO


A ROSA

Era uma manhã de um dia de semana, desses de céu aberto e muito sol.
Um trabalhador dirigiu-se para seu local de trabalho.
Passando em frente a um templo religioso,decidiu entrar. Era uma sala muito ampla e ele sentou num dos últimos lugares, bem afo fundo. Ali se pôs a fazer a sua oração cheia de vida, dialogando com Jesus.
Ouviu,então, em meio ao silêncio, a voz de alguém, cuja presença não tinha percebido: "Venha aqui. Venha ver a rosa".
Ele olhou para os lados, para frente e viu uma pessoa sentada num dos primeiros lugares.
Levantou-se e a voz falou outra vez: "Venha ver a rosa". Embora sem entender, ele se dirigiu até a frente e percebeu que sobre a mesa havia realmente um vaso, no qual estava uma linda rosa.
Parou e começou a observar o homem maltrapilho que, vendo-o hesitante, insistiu: "Venha ver a rosa".
"Sim estou vendo a rosa, respondeu. Por sinal, muito bonita.
Mas o homem não se conformou e tornou a dizer: "Não, sente-se aqui ao meu lado, e veja a rosa".
Diante da insistência, o trabalhador ficou um tanto perturbado. Quem seria aquele homem maltrapilho?O que desejaria com ele, com aquele convite? Seria sensato sentar-se ali, ao lado dele? Finalmente, venceu as próprias resistências e se sentou ao lado do homem.


"Veja agora, a rosa", falou feliz o maltrapilho. De  fato, era um espetáculo todo diferente. Exatamente daquele lugar onde se sentara, daquele angulo, podia ver a rosa colocada sobre um vaso de cristal, num colorido de arco-íris.
Dali podia-se perceber um raio de luz do sol, que vinha de uma das janelas e se refletia naquele vaso de cristal, decompondo a luz e projetando um colorido especial sobre a rosa, dando-lhe efeitos visuais de um arco-íris.
E o trabalhador, extasiado, exclamou: "É a primeira vez que vejo uma rosa em arco-íris. Mas, se eu não tivesse me sentado onde estou, se não tivesse tido a coragem de me deslocar de onde estava, de romper preconceitos, jamais teria conseguido ver a rosa, num espetáculo tão maravilhoso".´

É preciso saber olhar o outro de um prisma diferente do nosso. O amor assume coloridos diversos, se tivermos coragem de nos deslocar de nosso comodismo, de romper preconceitos, para ver a pessoa de um modo diferente e novo.Há uma rosa escondida em toda pessoa que não estamos sendo capazes de enxergar. Há necessidade de sairmos de nós mesmos, de nos dispormos a sentar em um lugar incômodo, de deixar de lado as prevenções, para poder ver as rosas dos outros, de um ângulo diferente.
Realizemos esta experiência, hoje, em nossas vidas. Procuremos aceitar que poderemos ver um colorido diferente onde, para nós, nada havia antes ou, talvez, de acordo com nosso modo de pensar, jamais poderiam ser vistas outras cores.

                                     Postado por Claudia Protti
(autor desconhecido)




sábado, 27 de maio de 2017

EVANGELHO DIÁRIO ARAUTOS DO EVANGELHO- ACENDA VELA A NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

Sábado, 27 de Maio de 2017.
Santo do dia: Santo Agostinho de Cantuária, Bispo 
Cor litúrgica: branco
Evangelho do dia: São João 16, 23-28
Primeira leitura: Atos dos Apóstolos 18, 23-28
Leitura dos Atos dos Apóstolos:
23Paulo permaneceu algum tempo em Antioquia. Em seguida, partiu de novo, percorrendo sucessivamente as regiões da Galácia e da Frígia, fortalecendo todos os discípulos. 24Chegou a Éfeso um judeu chamado Apolo, natural de Alexandria. Era homem eloqüente, versado nas Escrituras. 25Fora instruído no caminho do Senhor e, com muito entusiasmo, falava e ensinava com exatidão a respeito de Jesus, embora só conhecesse o batismo de João. 26Então, ele começou a falar com muita convicção na sinagoga. Ao escutá-lo, Priscila e Áquila tomaram-no consigo e, com mais exatidão, expuseram-lhe o caminho de Deus. 27Como ele estava querendo passar para a Acaia, os irmãos apoiaram-no e escreveram aos discípulos para que o acolhessem bem. Pela graça de Deus, a presença de Apolo aí foi muito útil aos fiéis. 28Com efeito, ele refutava vigorosamente os judeus em público, demonstrando pelas Escrituras que Jesus é o Messias.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 46 (47)
- Povos todos do universo, batei palmas, gritai a Deus aclamações de alegria! Porque sublime é o Senhor, o Deus Altíssimo, o soberano que domina toda a terra.
R: O Senhor é o grande Rei de toda a terra
- Porque Deus é o grande Rei de toda a terra, ao som da harpa acompanhai os seus louvores! Deus reina sobre todas as nações, está sentado no seu trono glorioso.
R: O Senhor é o grande Rei de toda a terra
- Os chefes das nações se reuniram com o povo do Deus santo de Abraão, pois só Deus é realmente o Altíssimo, e os poderosos desta terra lhe pertencem!
R: O Senhor é o grande Rei de toda a terra
Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 16, 23-28
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Saí do Pai e vim ao mundo, eu deixo o mundo e vou ao Pai (Jo 16,28);
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 23bEm verdade, em verdade vos digo: se pedirdes ao Pai alguma coisa em meu nome, ele vo-la dará. 24Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis; para que a vossa alegria seja completa. 25Disse-vos estas coisas em linguagem figurativa. Vem a hora em que não vos falarei mais em figuras, mas claramente vos falarei do Pai. 26Naquele dia pedireis em meu nome, e não vos digo que vou pedir ao Pai por vós, 27pois o próprio Pai vos ama, porque vós me amastes e acreditastes que eu vim da parte de Deus. 28Eu saí do Pai e vim ao mundo; e novamente parto do mundo e vou para o Pai.'
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor
Comentário do dia por Santo Anselmo (1033-1109)
Monge, Bispo, Doutor da Igreja
Proslogion, 26

«Para que a vossa alegria seja completa.»
Meu Senhor e meu Deus, esperança e alegria do meu coração, diz a esta minha alma se a alegria em que está é essa de que nos dizes, por teu Filho: «pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja completa.». Encontrei, com efeito, uma alegria plena, e mais do que plena, porque o coração, o espírito, a alma e todo o meu ser, ao estar dela repleto, tê-la-á em abundância e sem medida. Não é ela que entrará nos que se alegram; mas serão estes que, com todo o seu ser, nela entrarão.
Fala, Senhor! Diz a este teu servo, ao mais profundo do seu coração, se o que sinto é mesmo a alegria em que entrarão todos aqueles que hão de provar a própria glória do seu mestre (Mt 25,21). Mas essa alegria de que os teus servos desfrutarão é algo «que os olhos não viram, os ouvidos não ouviram, o coração do homem não pressentiu» (1Cor 2,9) [...]. Peço-Te pois, meu Deus, que me concedas conhecer-Te e amar-Te, para que em Ti eu esteja em alegria.
E, se nesta vida tal não puder plenamente, faz com que caminhe sempre até nela entrar em plenitude um dia. Que, aqui na Terra, aumente sempre o conhecimento que tenho de Ti, para que possa chegar à plenitude onde estás. Que o meu amor por Ti cresça, aqui, para ser total nas alturas. Que agora a minha alegria seja imensa em esperança, para ser depois total em realidade. Senhor, através de teu Filho ordenas-nos que peçamos, e prometes-nos que receberemos, para que a nossa alegria seja perfeita [...]. Faz aumentar a minha fome dessa alegria, para que eu nela entre!

sexta-feira, 26 de maio de 2017

EVANGELHO DIÁRIO ARAUTOS DO EVANGELHO

Sexta-feira, 26 de Maio de 2017.
Santo do dia: São Filipe Néri, presbítero; Santa Mariana de Jesus de Paredes, virgem
Cor litúrgica: branco
Evangelho do dia: São João 16, 20-23
Primeira leitura: Atos dos Apóstolos 18, 9-18
Leitura dos Atos dos Apóstolos:
Estando Paulo em Corinto, 9uma noite, o Senhor disse-lhe em visão: 'Não tenhas medo; continua a falar e não te cales, 10porque eu estou contigo. Ninguém te porá a mão para fazer mal. Nesta cidade há um povo numeroso que me pertence.' 11Assim Paulo ficou um ano e meio entre eles, ensinando-lhes a Palavra de Deus. 12Na época em que Galião era proncônsul na Acaia, os judeus insurgiram-se em massa contra Paulo e levaram-no diante do tribunal, 13dizendo: 'Este homem induz o povo a adorar a Deus de modo contrário à Lei.' 14Paulo ia tomar a palavra, quando Galião falou aos judeus, dizendo: 'Judeus, se fosse por causa de um delito ou de uma ação criminosa, seria justo que eu atendesse a vossa queixa. 15Mas, como é questão de palavras, de nomes e da vossa Lei, tratai disso vós mesmos. Eu não quero ser juiz nessas coisas.' 16E Galião mandou-os sair do tribunal. 17Então todos agarraram Sóstenes, o chefe da sinagoga, e espancaram-no diante do tribunal. E Galião nem se incomodou com isso. 18Paulo permaneceu ainda vários dias em Corinto. Despedindo-se dos irmãos, embarcou para a Síria, em companhia de Priscila e Áquila. Em Cencréia, Paulo rapou a cabeça pois tinha feito uma promessa.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 46 (47)
- Povos todos do universo, batei palmas, gritai a Deus aclamações de alegria! Porque sublime é o Senhor, o Deus Altíssimo, o soberano que domina toda a terra.
R: O Senhor é o grande Rei de toda a terra.
- Os povos sujeitou ao nosso jugo e colocou muitas nações aos nossos pés. Foi ele que escolheu a nossa herança, a glória de Jacó, seu bem-amado.
R: O Senhor é o grande Rei de toda a terra.
- Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu ao toque da trombeta. Salmodiai ao nosso Deus ao som da harpa, salmodiai ao som da harpa ao nosso Rei!
R: O Senhor é o grande Rei de toda a terra.
Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 16, 20-23
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Era preciso que Cristo sofresse e ressuscitasse dos mortos, para entrar em sua glória (Lc 24,46.26)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João:
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 20Em verdade, em verdade vos digo: Vós chorareis e vos lamentareis, mas o mundo se alegrará; vós ficareis tristes, mas a vossa tristeza se transformará em alegria. 21A mulher, quando deve dar à luz, fica angustiada porque chegou a sua hora; mas, depois que a criança nasceu, ela já não se lembra dos sofrimentos, por causa da alegria de um homem ter vindo ao mundo. 22Também vós agora sentis tristeza, mas eu hei de ver-vos novamente e o vosso coração se alegrará, e ninguém vos poderá tirar a vossa alegria. 23aNaquele dia, não me perguntareis mais nada.
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor
Comentário do dia por São Cesário de Arles (470-543)
Monge, Bispo - Sermão 166

«O Reino de Deus […] é justiça e paz e alegria no Espírito Santo» (Rom 14, 17)
O que é, irmãos, a verdadeira alegria, senão o Reino dos céus? E o que é o Reino dos céus, senão Cristo Nosso Senhor? Sei que todos os homens desejam possuir uma alegria verdadeira. Aquele, porém, que quer alegrar-se com as colheitas sem cultivar o campo está equivocado; e engana-se aquele que pretende recolher frutos sem plantar árvores. Não se possui a verdadeira alegria sem justiça e paz. […] Presentemente, respeitando a justiça e possuindo a paz, penamos durante um curto período, como que debruçados sobre uma tarefa. Em seguida, contudo, alegrar-nos-emos sem fim com o fruto desse trabalho.
Escuta o apóstolo Paulo, que diz acerca de Cristo: «Ele é a nossa paz» (Ef 2, 14) [...] E o Senhor, falando aos seus discípulos, diz-lhes: «Voltarei a ver-vos e o vosso coração alegrar-se-á, e ninguém poderá tirar-vos a vossa alegria». Que alegria é esta que ninguém poderá tirar-nos, senão Ele próprio, o vosso Senhor, que ninguém poderá tirar-vos?
Examinai, pois, a vossa consciência, irmãos; se nela reina a justiça, se quereis e desejais a todos a mesma coisa que a vós próprios, se a paz está em vós, não apenas com os vossos amigos, mas também com os vossos inimigos, sabei que o Reino dos céus, quer dizer Cristo Senhor, permanece em vós.

LEITURA ORANTE DO EVANGELHO PAULINAS IRMÃ PATRICIA SILVA


LEITURA ORANTE
Jo 16,20-23a - Como o nascimento de um bebê!
Posted: 25 May 2017 08:01 PM PDT


Preparo-me para a Leitura Orante, renovando minha fé, 
com todas as pessoas que acessam este blog:
Creio, meu Deus, que estou diante de Ti.
Que me vês e escutas as minhas orações.
Tu és tão grande e tão santo: eu te adoro.
Tu me deste tudo: eu te agradeço.
Foste tão ofendido por mim:
eu te peço perdão de todo o coração.
Tu és tão misericordioso: eu te peço todas as graças
que sabes serem necessárias para mim.


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia,  o texto: Jo 16,20-23a, e observo as palavras de Jesus, carregadas de amor.
Pois eu afirmo a vocês que isto é verdade: vocês vão chorar e ficar tristes, mas as pessoas do mundo ficarão alegres. Vocês ficarão tristes, mas essa tristeza virará alegria. Quando uma mulher está para dar à luz, ela fica triste porque chegou a sua hora de sofrer. Mas, depois que a criança nasce, a mulher fica tão alegre, que nem lembra mais do seu sofrimento. Assim acontece também com vocês: agora estão tristes, mas eu os verei novamente. Aí vocês ficarão cheios de alegria, e ninguém poderá tirar essa alegria de vocês. - Quando chegar aquele dia, vocês não me pedirão nada.
Refletindo
Jesus usa uma imagem cheia de ternura, de sofrimento e alegria que é a de um parto. Diz que assim vai acontecer conosco. A partida de Jesus com sua morte vai entristecer aos apóstolos, mas a certeza da Ressurreição vai provocar uma imensa alegria.
Outros textos que usam esta imagem do parto, em São Paulo:
Gl 4, 19 Meus filhos, sofro novamente como dores de parto, até que Cristo esteja formado em vocês.
Rm 8, 22-23: Sabemos que a criação toda geme e sofre dores de parto até agora.  E não somente ela, mas também nós, que possuímos os primeiros frutos do Espírito, gememos no íntimo, esperando a adoção, a libertação para o nosso corpo. 


2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Nem sempre compreendo o sofrimento, a dor, os momentos difíceis. Mas, a minha fé me garante que depois de uma tempestade sempre vem o sol, a calmaria. 
Meditando
Os bispos, na Conferência de Aparecida, disseram:
"O Espírito Santo fortalece a identidade do discípulo e desperta nele a decidida vontade de anunciar com audácia aos demais o que tem escutado e vivido." (DAp 251). 

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Renovo a minha fé, com uma bonita canção:
É o Espírito Santo de Deus
Pe. Zezinho, scj
Ele sopra na alma da gente
Ele é sopro divino
É do céu que ele vem
Ele é forte, é suave, ele é quente
Ele sopra na mente
Ele faz tanto bem

Quem não sente este vento soprando
Este vento passando
Não sabe o que é

É o Espírito Santo de Deus
É o Espírito Santo de Deus

Foi Jesus que soprou sobre os onze
No dia feliz em que foi para o céu
E seu sopro divino foi tanto
Que pôs... nos onze o Espírito Santo

Ele faz a cabeça da gente
Ele toca na mente
Se a gente deixar
Ele vem, ele sopra insistente
Ele é tão convincente
Ele sabe tocar

Quem não sente esta delicadeza
Não sabe a leveza
De ser e de crer
É o Espírito Santo de Deus...

Lá na Bíblia se lê todo dia
Que Deus não iria deixar de falar
O amor de Jesus ainda é tanto
Que põe na gente o Espírito Santo
CD Alpendres e varandas 2, Paulinas COMEP


Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
"Como discípulos e missionários, somos chamados a intensificar nossa resposta de fé e a anunciar que Cristo redimiu todos os pecados e males da humanidade” (DAp 134). Assim, passarei o dia de hoje.


Bênção 
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. 
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém. 
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. 
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. 



Ir. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br 



  

quinta-feira, 25 de maio de 2017

LITURGIA DIÁRIA CATÓLICO ORANTE

VI SEMANA DA PÁSCOA (Branco – Ofício do dia)

Antífona de entrada
Ó Deus, quando saístes à frente do vosso povo, abrindo-lhe o caminho e habitando entre eles, a terra estremeceu, fundiram-se os céus, aleluia! (Sl 67,8s.20)
Oração do Dia
Ó Deus, que fizestes o vosso povo participar da vossa redenção, concedei que nos alegremos constantemente com a ressurreição do Senhor. Que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo.

1a Leitura - Atos 18,1-8
Leitura dos Atos dos Apóstolos.
18 1 Depois disso, saindo de Atenas, Paulo dirigiu-se a Corinto.
2 Encontrou ali um judeu chamado Áquila, natural do Ponto, e sua mulher Priscila. Eles pouco antes haviam chegado da Itália, por Cláudio ter decretado que todos os judeus saíssem de Roma. Paulo uniu-se a eles.
3 Como exercessem o mesmo ofício, morava e trabalhava com eles. (Eram fabricantes de tendas.)
4 Todos os sábados ele falava na sinagoga e procurava convencer os judeus e os gregos.
5 Quando Silas e Timóteo chegaram da Macedônia, Paulo dedicou-se inteiramente à pregação da palavra, dando aos judeus testemunho de que Jesus era o Messias.
6 Mas como esses contradissessem e o injuriassem, ele, sacudindo as vestes, disse-lhes: “O vosso sangue caia sobre a vossa cabeça! Tenho as mãos inocentes. Desde agora vou para o meio dos gentios”.
7 Saindo dali, entrou em casa de um prosélito, chamado Tício Justo, cuja casa era contígua à sinagoga.
8 Entretanto Crispo, o chefe da sinagoga, acreditou no Senhor com todos os da sua casa. Sabendo disso, muitos dos coríntios, ouvintes de Paulo, acreditaram e foram batizados.
Palavra do Senhor.

Salmo - 97/98
O Senhor fez conhecer seu poder salvador
perante as nações.

Cantai ao Senhor Deus um canto novo,
porque ele fez prodígios!
Sua mão e o seu braço forte e santo
alcançaram-lhe a vitória.

O Senhor fez conhecer a salvação
e, às nações, sua justiça;
recordou o seu amor sempre fiel
pela casa de Israel.

Os confins do universo contemplaram
a salvação do nosso Deus.
Aclamai o Senhor Deus, ó terá inteira,
alegrai-vos e exultai!

Evangelho - João 16,16-20
Aleluia, aleluia, aleluia.
Eu não vos deixarei órfãos: eu irei, mas voltarei, e o vosso coração muito há de se alegrar (Jo 14,18).

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.
16 16 Jesus disse: “Ainda um pouco de tempo, e já me não vereis; e depois mais um pouco de tempo, e me tornareis a ver, porque vou para junto do Pai”.
17 Nisso alguns dos seus discípulos perguntavam uns aos outros: “Que é isso que ele nos diz: ‘Ainda um pouco de tempo, e não me vereis; e depois mais um pouco de tempo, e me tornareis a ver?’ E que significa também: ‘Eu vou para o Pai?’”
18 Diziam então: “Que significa este pouco de tempo de que fala? Não sabemos o que ele quer dizer”.
19 Jesus notou que lho queriam perguntar e disse-lhes: “Perguntais uns aos outros acerca do que eu disse: ‘Ainda um pouco de tempo, e não me vereis; e depois mais um pouco de tempo, e me tornareis a ver’.
20 Em verdade, em verdade vos digo: haveis de lamentar e chorar, mas o mundo se há de alegrar. E haveis de estar tristes, mas a vossa tristeza se há de transformar em alegria”.
Palavra da Salvação.

Oração Sobre as Oferendas
Subam até vós, ó Deus, as nossas preces com estas oferendas para o sacrifício, a fim de que, purificados por vossa bondade, correspondamos cada vez melhor aos sacramentos do vosso amor. Por Cristo, nosso Senhor.

Antífona de Comunhão
Eis que estou convosco todos os dias até o fim dos tempos, aleluia! (Mt 28,20)

Depois da Comunhão
Deus eterno e todo-poderoso, que, pela ressurreição de Cristo, nos renovais para a vida eterna, fazei frutificar em nós o sacramento pascal e infundi em nossos corações a fortaleza desse alimento salutar. Por Cristo, nosso Senhor.


Reflexão sobre o Evangelho:
(25/05/17 - João 16,16-20) No evangelho de hoje vemos Jesus conversando com os seus Apóstolos sobre o tempo em Ele iria se afastar, pela morte, e depois quando Ele estaria de volta, ressuscitado. Na vida humana não é fácil pensar no fim de tudo aqui nesta terra, nestes momentos precisamos pensar que Deus nos fez para a eternidade e como tal o tempo que passamos aqui é apenas transitório, somos estrangeiros aqui. A nossa morada definitiva está escondida com Cristo em Deus e vamos tomando posse dessa morada aos poucos e em cada escolha que fazemos em nossa vida. Adentramos na vida definitiva quando vamos amando a Deus, a nós e ao próximo de tal forma que não ficamos apegados à nenhuma realidade terrena, mas com a nossa vida tornamos o amor uma verdade. Ame e seja feliz! Deus abençoe você! 

quarta-feira, 24 de maio de 2017

EVANGELHO DIÁRIO ARAUTOS DO EVANGELHO

Quarta-feira, 24 de Maio de 2017.
Santo do dia: Nossa Senhora Auxiliadora; São Vicente de Lérins, presbítero e monge
Cor litúrgica: branco
Evangelho do dia: São João 16, 12-15
Primeira leitura: Atos dos Apóstolos 17,15.22-18,1
Leitura dos Atos dos Apóstolos:
Naqueles dias: 15Os que conduziram Paulo, levaram-no até Atenas. De lá, voltando, transmitiram a Silas e Timóteo a ordem de que fossem ter com ele o mais cedo possível. E partiram. 22De pé, no meio do Areópago, Paulo disse: 'Homens atenienses, em tudo eu vejo que vós sois extremamente religiosos. 23Com efeito, passando e observando os vossos lugares de culto, encontrei também um altar com esta inscrição: 'Ao Deus desconhecido'. Pois bem, esse Deus que vós adorais sem conhecer, é exatamente aquele que eu vos anuncio. 24O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe, sendo Senhor do céu e da terra, ele não habita em santuários feitos por mãos humanas. 25Também não é servido por mãos humanas, como se precisasse de alguma coisa; pois é ele que dá a todos vida, respiração e tudo o mais. 26De um só homem ele fez toda a raça humana para habitar sobre toda a face da terra, tendo fixado os tempos previamente estabelecidos e os limites de sua habitação. 27Assim fez, para que buscassem a Deus e para ver se o descobririam, ainda que às apalpadelas. Ele não está longe de cada um de nós, 28pois nele vivemos, nos movemos e existimos, como disseram alguns dentre vossos poetas: 'Somos da raça do próprio Deus'. 29Sendo, portanto, da raça de Deus, não devemos pensar que a divindade seja semelhante a ouro, prata ou pedra, trabalhados pela arte e imaginação do homem. 30Mas Deus, sem levar em conta os tempos da ignorância, agora anuncia aos homens que todos e em todo lugar se arrependam, 31pois ele estabeleceu um dia em que irá julgar o mundo com justiça, por meio do homem que designou, diante de todos, oferecendo uma garantia, ao ressuscitá-lo dos mortos.' 32Quando ouviram falar da ressurreição dos mortos, alguns caçoavam, e outros diziam: 'Nós te ouviremos falar disso em outra ocasião.' 33Assim Paulo saiu do meio deles. 34Alguns, porém, uniram-se a ele e abraçaram a fé. Entre eles estava também Dionísio, o areopagita, uma mulher chamada Dâmaris e outros com eles. 18,1Paulo deixou Atenas e foi para Corinto.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 148
- Louvai o Senhor Deus nos altos céus, louvai-o no excelso firmamento! Louvai-o, anjos seus, todos louvai-o, louvai-o, legiões celestiais!
R: Da vossa glória estão cheios o céu e a terra.
- Reis da terra, povos todos, bendizei-o, e vós, príncipes e todos os juízes; e vós, jovens, e vós, moças e rapazes, anciãos e criancinhas, bendizei-o!
R: Da vossa glória estão cheios o céu e a terra.
- Louvem o nome do Senhor, louvem-no todos, porque somente o seu nome é excelso! A majestade e esplendor de sua glória ultrapassam em grandeza o céu e a terra.
R: Da vossa glória estão cheios o céu e a terra.
- Ele exaltou seu povo eleito em poderio ele é o motivo de louvor para os seus santos. É um hino para os filhos de Israel, este povo que ele ama e lhe pertence.
R: Da vossa glória estão cheios o céu e a terra.
Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 16, 12-15
- Aleluia, aleluia, aleluia.
- Rogarei ao meu Pai e ele há de enviar-vos outro paráclito, que há de permanecer eternamente convosco (Jo 14,16);
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João:
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 12Tenho ainda muitas coisas a dizer-vos, mas não sois capazes de as compreender agora. 13Quando, porém, vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à plena verdade. Pois ele não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido; e até as coisas futuras vos anunciará. 14Ele me glorificará, porque receberá do que é meu e vo-lo anunciará. 15Tudo o que o Pai possui é meu. Por isso, disse que o que ele receberá e vos anunciará, é meu.
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor
Comentário do dia por São Gregório de Nazianzo (330-390)
Bispo, Doutor da Igreja
Discurso 31, 5.ª teológica, 25-27; PG 36, 159

«Quando vier o Espírito da verdade, Ele vos guiará para a verdade plena»
Ao longo dos tempos, duas grandes revoluções abalaram a Terra; são elas os dois Testamentos. Com uma, os homens passaram da idolatria à Lei; com a outra, passaram da Lei ao Evangelho. Um terceiro acontecimento fora previsto: aquele que nos há de fazer subir às alturas, onde já não haverá movimento nem agitação. Ora, aqueles dois Testamentos apresentaram o mesmo carácter [...]: não transformaram tudo de forma repentina, desde o primeiro impulso do seu movimento [...]. Assim foi para não nos violentar, mas nos persuadir. Porque o que é imposto pela força não perdura no tempo [...].
O Antigo Testamento manifestou o Pai de forma clara, de forma obscura o Filho. O Novo Testamento revelou o Filho e insinuou a divindade do Espírito. Hoje, o Espírito vive entre nós, e dá-Se a conhecer mais claramente. Teria sido arriscado, num tempo em que a divindade do Pai não estava ainda reconhecida, pregar abertamente o Filho; ou, enquanto a divindade do Filho não estivesse admitida, impor [...] o Santo Espírito. Pois, tal como quem traz o estômago demasiado cheio ou como quem, com olhos ainda fracos, fixa de frente o sol, os crentes poderiam perder aquilo para que tinham forças. O esplendor da Trindade haveria portanto de resplandecer por sucessivos desenvolvimentos ou, como diz David, por graduais peregrinações (Sl 83,6) e por uma progressão de glória em glória [...].
Acrescentarei ainda esta consideração: o Salvador sabia certas coisas que estimava não poderem estar ao alcance dos discípulos, apesar de todos os ensinamentos que estes já tinham recebido. Pelas razões acima ditas, Ele mantinha essas coisas guardadas. E repetia-lhes que o Espírito, quando viesse, tudo haveria de lhes ensinar.

ACENDA SUA VELA VIRTUAL A NOSSA SENHORA DE FÁTIMA